Comprando na baixa e vendendo na alta?

A grande saga da maioria dos investidores de renda variável é tentar descobrir o fundo para poder comprar e o topo para poder vender. Uma das perguntas mais pensadas e mais discutidas é: Será que está na hora de vender/comprar? Ela é respondida várias vezes, em momentos diferentes e por diversos especialistas, mas para surpresa da maioria (Hamram.. estou surpreso sim.. só que não!)  a resposta é a sempre mesma.

Não tende adivinhar o topo/fundo! Você não vai acertar, vai ficar chateado e vai fatalmente inverter os momentos de compra e venda, fazendo com que você perca dinheiro.

Ok. Mas aí a pergunta que fica é como sei se devo comprar ou vender?

Quando estamos montando uma carteira, seja de Ações ou de FIIs (Fundos Imobiliários), a grande máxima é analisar os fundamentos da empresa ou do fundo e buscar saber se esses fundamentos se adequam ao seu objetivo. Por exemplo: Um cara espera aumentar o seu patrimônio com FII, ele não está interessado em viver de renda, então ele busca por ativos que estão desvalorizados e que possuem potencial de valorização no prazo que ele acredita ser o ideal. Um outro cara busca por FIIs e Ações que paguem constantemente dividendos/aluguéis para que ele possa gerar uma renda extra e quem sabe começar a viver de renda num futuro próximo.


Imagem retirada do site: http://coroataonlinema.com

Ok. Mas isso ainda não responde a pergunta se devo comprar ou vender. Pois bem, se você já tem uma carteira montada é porque acredita nos ativos que comprou e esses atendem aos seus objetivos (É preciso acompanhar os ativos porque eles podem mudar e podem não cumprir mais com o papel que cumpria quando você analisou ou comprou ele). 

Então, vamos pensar:
- Se estão mais baratos que o preço médio que você estabeleceu comprando, então acredite, está na promoção.
- Se estão abaixo do preço justo, também está na promoção.
- Se está mais caro que o preço justo do ativo ou que o preço médio que comprou, então está caro pra você. (O que não significa que não deve comprar, mas pode ser o momento de outro ativo que pode estar "barato")

Sacou a linha de raciocínio? É tipo ir às compras.. o tomate está caro ou está barato? Depende de por quanto você já comprou ou já viu à venda. E mesmo que esteja barato é preciso avaliar o tomate, afinal das contas ninguém quer comprar um tomate podre, mesmo que esteja pela metade do preço! E caso esteja caro, você tem a opção de levar outra fruta que talvez esteja mais barata ou em melhores condições. O fato é: sempre invista com regularidade, assim como faz compras, mas procure levar o melhor pra você.

Lembre-se sempre: Você é o único responsável pelos seus investimentos. Então, estude, procure saber mais sobre o que está comprando, seja consciente e diversifique para não ter problemas graves e não confie a sua responsabilidade a ninguém. Só você sabe o que é bom pra si e até qual ponto se permite arriscar.

Bons investimentos!