Encontro a dois.. Vou te impressionar!

E chegamos ao tão esperado primeiro encontro...

Claro que o rapaz cavalheiro, vai fazer de tudo para agradar a menina e deixar uma boa impressão nesse primeiro encontro. (Tudo como a mamãe ensinou!) Já se arrumou, perfumou e até planejou como seriam as coisas durante o dia. Até então, tudo na mais perfeita ordem. (Pelo menos 60% do que planejou não vai acontecer.. fato! E é pra isso que existem os outros encontros)

Pois bem.. eis que o rapaz escolhe aquele restaurante top, o melhor. Sim.. aquele que você passa na porta, mas só passa na porta, porque se entrar é certo que aquelas economias de anos e anos vão embora em questão de segundos. Ainda assim, escolheu ele porque quer impressionar a menina e levar num lugar bacana, num lugar inesquecível. (Acredite, será!)

O garçom oferece o cardápio e é no momento em que ele observa o valor do prato mais simples que se dá conta que entrou num buraco negro! (Nesse momento pode-se perceber inclusive um leve sorriso no rosto do garçom..) Ele olha o garçom com os olhos marejados como quem pede socorro ou pelo amor de Deus não faz isso comigo, enquanto a menina já está escolhendo. Não tem escapatória! Já era!

Imagem retirada do site: http://www.fotosefotos.com/

Após relaxar um pouco, afinal não há o que fazer, chega a carta de vinhos e ele não sabe o que escolher! (Até rimar, rimou!) Ainda está desnorteado e escolhe um vinho para degustar quando na verdade estava pensando mesmo era em se embriagar logo pra esquecer. Contudo, consegue aproveitar o encontro e conversar, comer e beber. Até que o garçom resolve lembrar o rapaz do buraco negro que se meteu perguntando se aceita sobremesa. Pronto, se ferrou de verdade! (É eu sei.. da onde saiu esse sujeito que só tá pensando em destruir a sua vida! Cadê a compaixão pelo próximo?? Eu penso o mesmo!) Por incrível que pareça, a sobremesa é a raspinha daquelas economias que você jurava que ia usar pra comprar um carro um dia!

No final de tudo, chega a conta e você está suando frio.. Olha o valor, paga tudo direitinho e sai pensando: "Nunca mais, tá maluco!" Depois de um tempo se dá conta que teve um dia muito bom, mas que não foi o restaurante ou o vinho ou a comida que lhe proporcionou isso e sim a companhia. Por isso eu te digo: Mais vale a companhia certa no lugar errado que o lugar certo com a companhia errada! (Mas se der pra ser a companhia certa no lugar certo, eu prefiro!)

O primeiro encontro só precisa de você pra ser o melhor e os outros também! Não que fazer um agrado e ir pra um lugar bacana não seja interessante. Tenha certeza que com o tempo esse tipo de episódio vai virar motivos de risadas e que com certeza voltar naquele restaurante um dia será um evento obrigatório, se não pra curtir um almoço ou jantar, que seja pelo menos pra olhar pra cara daquele garçom sacana e pensar: "Deixo os 10% ou não!?" (É quase uma vingança!)

Então pequeno padawan.. economize seu dinheiro, invista na sua companhia, agrade sempre que der, mas não tente colocar a mão aonde você não alcança! Ser feliz é mais barato do que muitos pensam..

Oh rapaz.. chama pra comer coxinha! E vê no que dá..


2 comentários:

  1. É não é fácil impressionar ostentando. E, na crise que o país se encontra, melhor mesmo é uma coxinha com guaraná na mureta da Urca ou na Colombo :)

    #ficaadica

    Kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Pra que ostentação se o que, realmente, importa encontra-se na simplicidade? :)
    Muito bom!

    ResponderExcluir

Me diga o que achou.. comente!