São livros sobre finanças ou auto-ajuda?

De todos os livros que li até hoje e que se intitulavam como sendo finanças ou administração e negócios, a sensação mais predominante era de que faziam parte do gênero auto-ajuda. (Vale ressaltar, que não tenho nada contra o gênero de auto-ajuda, aliás contra gênero algum) Essa sensação é muito comum, já que os livros nessa área procuram se precaver do fator direcionamento claro. (Aliás, não só os livros, mas os profissionais como um todo possuem essa atitude) Isso porque dizer pra alguém o que fazer na área de finanças com a promessa de que isso pode render positivamente é como vender um lugarzinho no céu, lindo e surreal.

E é justamente esse tipo de abordagem padrão que não me deixa satisfeito. Acredito que sejam muitos os que ficam empolgados a uma primeira vista, mas que em pouco tempo de leitura descobre que não é nada daquilo que imaginavam. (Acredite, títulos como: Fique rico em 10 passos, não pode ser algo que se deve levar a sério)

Retirado do site: http://benettblog.zip.net/

Uma abordagem que gosto é a exemplificação por experiência, porque o autor consegue se eximir da responsabilidade de quaisquer investimento que o leitor venha a realizar, não influenciando só por influenciar, mas sim mostrando ao mesmo que pra ele determinada abordagem em determinada época foi boa ou ruim e é claro o porque do resultado que encontrou. Com isso, consegue fazer com que o leitor entenda melhor como funciona algum ativo e que o mesmo decida por conta própria se faz parte do perfil dele ou não, se é o momento certo para investir e entender melhor o que pode dar errado. (E o que pode dar errado é sempre esquecido quando se vê o prêmio antes mesmo da possibilidade de ganhá-lo)

Não são poucos os que querem ganhar dinheiro sem muito esforço. (Aliás, é a maioria!) E quando digo esforço não é só para trabalhar e correr atrás de dinheiro, mas sim de deixar de realizar projetos em pró de realizar outros ou os mesmos, só que no futuro. São os pensamentos de ganhar dinheiro rápido associados aos momentos de angústia que resultam em leituras 'milagrosas' que não irão resultar em nada nem mesmo em aprendizado.

Existem livros mais técnicos que ajudam a entender um pouco mais sobre os diversos tipos de ativos presentes no mercado. Na verdade, essa é a grande maioria e infelizmente se tornam repetitivos demais, justamente por não haver variação nos conceitos dos ativos. Entretanto, a leitura de mais de um livro pode ser esclarecedor, isso porque cada autor procura colocar um pouco das suas visões nos seus livros. (Só é uma pena que não sejam tão claros)

Será que no mundo limitado em que vivemos há espaço para que todos ganhem dinheiro?
Ou será que alguém terá que perder algum dinheiro para que outro possa ganhar?

Por enquanto, não encontrei o livro de finanças que estou procurando, mas os de auto-ajuda que ensinam a pensar como os milionários e até como ser um (Será mesmo??) esses estão por ai igual a areia no deserto.

Quer saber a verdade? O único livro que pode fazer você ganhar muito dinheiro é aquele que você mesmo escreveu. Isso se ele vender bem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me diga o que achou.. comente!