Os três porquinhos e os investimentos

Existem muitas e muitas versões da história dos três porquinhos e a que eu mais gosto me remete ao mundo das finanças com uma facilidade impressionante. (Adiciono o link para o vídeo do desenho no final do post)

Entendo a história por uma ótica diferente e ainda assim educativa. Na minha história, o lobo mau é conhecido como Inflação ou por seu apelido IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) enquanto os três porquinhos representam pessoas que assumem riscos diferentes.

Retirado do site: http://www.cariocacult.com.br/

Pois bem, a primeira pessoa, digo, o primeiro porquinho não tem um perfil poupador, mas é um trabalhador e tanto que entende que o essencial lhe basta (O essencial é a palha) e quando acha que já tem esse essencial, parte pra realizar o que gosta: gastar, farrear e fazer os recursos sumirem com diversões sem fim. (Resumindo: botar fogo na palha)

O segundo leitão é um pouco mais consciente, gosta do essencial (palha), mas busca investir um pouco melhor, guarda parte dos seus recursos na poupança (madeira), mas adora uma festança e acaba se juntando ao gastador depois de um tempo, fazendo do mundo a sua casa de praia, mas sempre separando um pouco para colocar na poupança.

O terceiro porquinho trabalha tanto quanto os outros, acha legal o essencial, mas gosta mesmo é de economizar e se preparar muito para o caso do IPCA lhe bater a porta para tomar todos os seus recursos. Ele investe na poupança (madeira), mas também busca investir em outros tipos de ativos ligados a índices e que possam lhe proteger do temido IPCA (Esses ativos são como os tijolos). Ele não gosta de farrear e acaba não aproveitando muito as festas. Acredita que tudo tem que se transformar em proteção.

Quando o lobo IPCA chega para visitar o primeiro porquinho, chega ainda fraco, mas ainda assim consegue levar todos os recursos dele. Já não tinha muito mesmo, era só palha! E o porco.. acaba frito! Ainda insatisfeito, o IPCA com sua fome incessante parte para o segundo porquinho, que estava bem preparado, a espera de uma derradeira catástrofe. (Hanram.. sei!) Só que o peludo já estava mais forte e não demorou muito para acabar com a poupança (casa de madeira) do pobre leitãozinho que acabou num espetinho. O canis lupus ou lobo mau, com uma fome de leão (Qualquer comparação com o Imposto de renda é mera coincidência), resolve arrebatar o terceiro porquinho. Contudo, os investimentos diversificados e atrelados aos ganhos do próprio lobo (IPCA) fez com que o nosso vilão aterrorizador não conseguisse fazer um estrago sequer na estrutura financeira desse meu amigo porco.

E é assim que terminamos essa história, com um porco feliz, outros dois não tão felizes e um lobo cada dia mais faminto.

E aí, qual porquinho você é?

Segue o link para o desenho:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me diga o que achou.. comente!