Quem não arrisca, não petisca! Será mesmo?

Uma das frases que mais escutei das pessoas e que pra mim não faz quase nenhum sentido é: "Quem não arrisca, não petisca". Digo que quase não faz sentido porque entendo a relação clara entre o risco e o retorno, mas não entendo o pensamento que: somente as coisas arriscadas podem trazer um bom retorno. (Muitos discordam e devem estar loucos para jogar na mega-sena né!? Faz parte! Mas vale a reflexão: quantas pessoas você conhece que ganharam essa aposta?)

Sempre fui muito conservador e nunca fui de lançar minhas fichas em apostas nas quais o risco era eminente, mesmo quando sabia que o retorno poderia significar um ganho realmente interessante. Contudo, posso dizer com veemência que 'petisquei' algumas coisas boas, mesmo que isso contradiga o ditado popular. Vale dizer também que tive muitas oportunidades de arriscar e que foram poucas as vezes que paguei pra ver. O resultado das vezes que não arrisquei... nunca saberei.


Imagem retirada do site: http://www.comentariojovem.com.br/

No mundo dos investimentos essa frase não faz qualquer sentido. O mais sensato é proteger o capital investido e não arriscar o mesmo em busca de qualquer tipo de retorno adicional. Por isso afirmo que quem arrisca nos investimentos, simplesmente arrisca, aposta num cavalo e torce para que o mesmo vença.

Não são poucos os que possuem problemas com o "proteger o capital". A ânsia pelo enriquecimento rápido faz com que a maioria coloque o dinheiro em algo que não conhece, mas que acredita que pode dar o retorno esperado rapidamente. Isso leva as pessoas constantemente a falência e a ciclos viciosos de tentativa de recuperação do dinheiro investido que resultarão em mais dinheiro perdido.

Existem bons investimentos, com bons retornos e baixos riscos. Tornar o risco um fator necessário para rentabilizar, com tantas características a serem avaliadas, parece ser uma busca falha demais para mim. Por outro lado, ficamos com a pergunta: "Em quais ativos investir?" em suspenso e é essa a pergunta que qualquer um gostaria de ter a resposta certa.

Prefiro dizer que: Quem não arrisca, às vezes petisca! Enquanto quem arrisca sem critérios lança para a sorte o que poderiam controlar.

E aí.. vai arriscar?


Um comentário:

  1. O planejar é fundamental! Arriscar com a certeza do que quer e estar ciente das consequências.
    :)

    ResponderExcluir

Me diga o que achou.. comente!