Encontro a dois.. A sorte nos acompanha!

É curioso como as coisas se apresentam no nosso dia a dia e como cada pessoa trata determinado assunto com uma particularidade única. Por exemplo: Sabe a sorte? Sim, a sorte. Aquele ser unanimado que muitos perseguem e outros acreditam ser detentores de tal dom. (Isso se a sorte puder ser classificada como dom)

Poderia dizer que encontrar uma pessoa que possui pensamentos próximos ao seu e ambos se apaixonarem, deve ser uma sorte incalculável. Imagina só quantas pessoas existem no mundo, numa extensão que não sei calcular, num tempo específico da história e associe a isso as diversas possibilidades de desencontros e distrações que podem separar ou unir duas pessoas. Pronto! É sorte! Só pode ser.


Adaptado do site: http://cache3.asset-cache.net/

Há quem diga que isso é destino, mas eu não! É sorte. No meu caso, nossa sorte ultrapassa algumas barreiras, talvez para nos divertir ou simplesmente para nos lembrar da sorte que temos. É sair na rua e encontrar uma moeda! Fato: Avista-se uma moeda quase sem valor, com atitudes idênticas e mesmo que separados geograficamente, a sorte nos presenteia com mais uma risada a dividir, mesmo que seja somente pelas redes sociais. (Além disso, nossa riqueza cresce alguns centavos!)

São incontáveis as vezes que encontramos valores e essa é só parte da nossa sorte! (Como as pessoas perdem dinheiro! É um absurdo que não consigo conceber!) Sorte divertida, pouco rentável é verdade, mas sempre presente. Pode parecer um grande disparate tratar a sorte com tanta negligência, mas é assim mesmo que ela funciona, não adianta cercar a sorte quando a função dela é simplesmente aparecer quando não se espera. Como diria um dos provérbios: "A sorte é como um raio: nunca se sabe onde vai cair".

Boa sorte!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me diga o que achou.. comente!