O milagre das LCI e LCA

Em tempos de juros altos e despesas mais altas ainda por causa de inflação e de desemprego, quem tem um dinheirinho sobrando (Pausa breve para risadas e gargalhadas) pode encontrar nas LCI e LCA (LCI - Letras de Crédito Imobiliário e LCA - Letras de Crédito do Agronegócio) fontes de retorno bem agradáveis. Sim, elas ganham e muito daquele fundo que o banco te ofereceu e mais ainda da poupança. Além disso, são isentas de imposto de renda, um verdadeiro milagre! (É isso mesmo, não tem imposto!)

As letras de crédito são investimentos de curto prazo, podendo partir do prazo mínimo de 1 ano de investimento. São ótimas opções para diversificação de ativos e para rentabilizar o dinheiro, criando montantes que possam servir para um investimento maior (Que exija um aporte inicial mais alto) ou até mesmo para simplesmente ter um retorno maior do que a poupança sem mudar a faixa de risco.

Fonte: Imagem montada pelo autor

Com o investimento realizado numa LCA ou LCI, o investidor estará influenciando nos créditos disponíveis para o agronegócio ou para as atividades relacionadas aos imóveis, como por exemplo: crédito para safras de soja e crédito para construção de novas moradias. Com o vencimento do ativo, o banco subtrai a parte dele e paga o investidor, devolvendo o capital investido mais os juros acordados no ato da compra do ativo.

Simplificando as Letras de Crédito:

As letras de crédito são investimentos direcionados para o setor imobiliário ou do agronegócio e são indicadas para pessoas com perfil conservador, contam com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até um valor de R$250.000,00 e possuem isenção do imposto de renda. Possuem valor mínimo de investimento (O menor que vi foi R$1.000,00) e não possuem alta *liquidez, por isso é importante investir um valor que tenha certeza que não precisará até que o período de investimento determine.

* Liquidez é a capacidade de transformar um ativo em dinheiro.

Vale a pena investir nas letras de crédito, diversificar os investimentos e ainda ajudar o país a crescer!

Para saber um pouco mais sobre o Fundo Garantidor de Crédito:
http://www.fgc.org.br/?ci_menu=20&conteudo=1


Robin Hood.. Quem é o ladrão mesmo?

O desenho animado "O Jovem Robin Hood" é um verdadeiro clássico e pode ser nostálgico para muitos que tiveram a infância recheada de bons desenhos. Robin Hood, mais conhecido como o príncipe dos ladrões e por suas façanhas em pró dos menos favorecidos, usava suas habilidades para tirar dinheiro da nobreza e devolver para uma plebe que sofria com os impostos altos de um rei ganancioso. (Deixo um link para o primeiro episódio do desenho no final do post)

Embora o rei muitas vezes seja confundido com a nobreza, vale ressaltar que na verdade ele corresponde ao que chamamos de Governo e talvez por isso ele fosse o alvo principal das ações do grupo de camponeses rebeldes liderados por Robin Hood. Além disso, a cobrança de impostos servia para financiar guerras e expansões do reino, o que poderia significar proteção e melhores condições para o povoado, se de fato fossem usados com inteligência e a favor dos contribuintes.

Imagem retirada do site: http://i49.vbox7.com/

O personagem que mais gosto do desenho é o frei Tuck. Ele é carismático demais, tanto quanto é um beberrão de primeira, defensor dos pobres contra a tirania, sempre age com justiça e não se prende as questões do clero, mas também não esquece dele nem nos momentos mais simples. Como personagem secundário, acaba não aparecendo muito, mas suas participações são sempre cheias de muito humor.

O frei é o típico 'bon vivant' da história. Não se compromete com os casos, mas se envolve e atua com parcimônia para ajudar nas aventuras do grupo. Ele parece ter um passe livre para transitar por todas as classes da sociedade e a proteção do divino é a sua chave para abrir portas, quando não a usa de maneira perspicaz para receber ofertas e bebidas.

Cheio de aventuras e histórias bem escritas, o desenho proporciona uma distração de ótima qualidade, com traços diferentes e com a preocupação de estar passando algo de valor. Passando, de geração em geração, uma lenda de muitos anos atrás.

Vale a pena rever esse grande clássico dos desenhos animados!

Segue o link para o primeiro episódio do desenho:
https://www.youtube.com/watch?v=Px24bYKAxEs

Segue o link para o primeiro episódio (Em inglês):
https://www.youtube.com/watch?v=aZ4nN2btd_Q


O anime: C The Money of Soul and Possibility Control

Depois de assistir alguns animes indicados por colegas de trabalho, resolvi pesquisar pra ver se tinha algum no qual o tema principal fosse finanças. Para minha surpresa encontrei o: "C The Money of Soul and Possibility Control", ou simplesmente C, que é um anime baseado no colapso financeiro de uma sociedade que acaba buscando meios para poder conseguir mais recursos. (No final do post indico uma forma de assistir o anime)

A animação se resume a 11 capítulos (em média são 20 minutos por capítulo como grande parte dos animes) e o personagem principal, chamado Kimimaro Yoga, começa com 2 empregos e tem a ambição de viver de uma renda fixa que lhe proporcione uma vida normal e um futuro tranquilo. (Pelo menos é assim que ele vê uma vida normal.. Eu incluiria a palavra passiva na expressão renda fixa) Contudo, uma forma mais "fácil" de ganhar dinheiro é apresentada a Yoga que, apesar da sua resistência em mudar de rumo, acaba sendo inserido nessa nova jornada repleta de possibilidades e com um segredo a ser desvendado. 

Imagem retirada do site: http://www.madnessinbox.com/

Nesse novo mundo existem duelos e para duelar no mundo paralelo é preciso realizar investidas que custam um determinado valor. Sem uma estratégia bem definida, as perdas podem se tornam significativas e podem levar à falência, assim como também podem resultar em vitórias pequenas, sem muitos prejuízos ou ganhos. Embora pareça que todos os casos se remetam a avareza e ganância, em quaisquer circunstâncias, o anime mostra que existem objetivos que não possuem ligação com essas características, mas que acabam despertando as mesmas em algum momento.

O suspense do porquê realizar tais apostas e colocar um bem valioso em jogo é o que deve se revelar no decorrer da história e a influência sobre o mundo real deve ficar evidente nos capítulos finais. Mas tudo tem um preço e não seria diferente nesse caso! Porque nesse anime, literalmente, tempo é dinheiro!

Ah sim.. Deve estar curioso para saber qual o preço pago pela falência, né? Humm.. eu também!

Como assistir o anime:
Eu busquei os capítulos num aplicativo para Android chamado AnimeTV e após baixar o aplicativo, fiz uma breve pesquisa com o nome do anime. Depois é só assistir. (Esse anime é legendado!)

Link para baixar o aplicativo no Google Play:

Investindo no banco e zerando tarifas

Não é de hoje que os bancos cobram um absurdo em taxas, mas também não é de hoje que eles oferecem redução ou isenção nas mesmas caso o correntista tenha um determinado valor investido em um ou mais produtos do banco. Muitos clientes não estão nem aí para esses gastos e mal sabem que esses valores podem significar muito num período curto.

Ainda assim, pode ser que o correntista não tenha o valor necessário para ter suas tarifas isentas. Nesse caso, ainda tem uma saída interessante chamada: conta digital. (Isso para aqueles que possuem uma afinidade com a internet) Sim, a conta digital é isenta de tarifas para pessoas físicas, menos nos casos de impressão de cheques e serviços realizados na agência.

Outro vilão das tarifas é o cartão de crédito e sua anuidade. Existe opções de cartão de crédito no mercado que não cobram anuidade alguma, como por exemplo: o Nubank. Ele oferece um cartão e um aplicativo para acompanhamento do seu saldo, extrato e outras funções. Em compensação, benefícios como: milhas, programa de fidelidade, salas vips e seguros não são contemplados por ele. (Deixo o link para o site do Nubank no final do post)

Imagem retirada do site: http://pensonofuturo.com.br/

Um outro ponto a ser verificado é se vale mesmo a pena investir no banco com a única intenção de ficar isento das tarifas. Imagine a seguinte situação para um investimento de no mínimo 2 anos e com o CDI em 14,13% a.a:

Investindo no banco

- Investimento inicial necessário: *R$150.000,00.
- Valor investido: R$150.000,00
- Melhor investimento oferecido: **Fundo com 85% CDI
- Taxa de Administração do fundo: 0,80% a.a
- Taxa anual a ser isenta na conta: R$80,00
- Tempo investido: 2 anos e 1 dia
- Carência: 3 meses


* Valor necessário em investimentos para ter as taxas zeradas
** Há imposto de renda no momento do resgaste
      CDI - Certificados de Depósito Interbancário

Por outro lado, você pode investir esse mesmo valor numa corretora que está oferecendo o seguinte:

Investindo na Corretora

- Investimento inicial necessário: R$20.000,00.
- Valor investido: R$150.000,00
- Melhor investimento oferecido: *CDB com 116% CDI
- Taxa de Administração: Não tem
- Tempo investido: 2 anos e 1 dia
- Carência: 2 anos

* Há imposto de renda no momento do resgaste
   CDB - Créditos de Depósito Bancário

Vamos ver a diferença dos investimentos numa tabela comparativa, tomando como base os dados anteriores:

Tempo (Anos)AcontecimentosBancoCorretora
1
Investimento
R$ 150.000,00R$ 150.000,00
Juros recebido
R$ 18.015,75R$ 24.586,20
Taxa de Administração
R$ 1.344,13R$ 0
2
Total após 1 ano
R$ 166.671,62R$ 174.586,20
Juros recebido
R$ 20.018,10R$ 28.616,07
Taxa de Administração
R$ 1.493,52R$ 0

Valor Final
R$ 185.196,20R$ 203.202,27
Imposto de Renda
R$ 5.279,43R$ 7.980,34
Valor de resgate
R$ 179.916,77R$ 195.221,93

Lembrando que a taxa de administração do fundo oferecido pelo banco incide sobre o valor total do investimento e não somente sobre o juros proporcionado. Além disso, temos o imposto de renda que nesse caso comerá 15% do lucro, tanto para o fundo do banco como para o CDB da corretora. (Isso porque estamos idealizando um tempo de investimento de 2 anos e 1 dia) 

Percebe-se que o investimento na corretora não só dá pra pagar a taxa anual do banco como gera rendimentos muito além do valor oferecido pelo fundo (R$ 15.305,16 a mais). Além disso, as despesas são menores que as presentes no investimento do banco. No entanto, o ativo da corretora não oferece liquidez e isso pode se tornar um problema para aqueles que podem precisar do valor total ou de parte dele em pouco tempo.

Há alternativas para se perder menos dinheiro, mas também há alternativas para se ganhar mais ainda. Vai depender do perfil e da necessidade de cada investidor e por isso cabe uma análise antes de tomar qualquer decisão.

Bons investimentos!

Segue link para o site do Nubank:
https://www.nubank.com.br/


Homeless.. Enriquecendo o seu mendigo

Que tal um jogo em que você pode zerar em 4 horas, talvez menos? (Pelo menos por enquanto, pois não sei se terá atualização ou melhoria) O jogo Homeless, disponível para dispositivos Android, te permite orientar um mendigo para que o mesmo saia da miséria e alcance a riqueza.

Não são muitas as ações no jogo e na verdade se você conseguir pegar a ideia do game, vai ser questão de pouquíssimo tempo para zerar. Ele consiste em alimentar o mendigo, indicar descansos para que ele tenha energia para trabalhar e ganhar alguns dólares. Com algum dinheiro poderá melhorar e alcançar novos patamares.

Imagem retirada do site: https://play.google.com/

Entre os tipos de emprego temos: o trabalho normal e o crime. (Não posso relatar muito sobre o crime porque meu mendigo manteve sua honestidade e integridade do início ao fim, um verdadeiro gentleman dos negócios) Para realizar qualquer tipo de trabalho é necessário ter um determinado nível de educação. Alguns trabalhos também exigem alguma habilidade extra e objetos de status social.

Imagem retirada do site: https://play.google.com/

A parte que mais gostei do jogo foi o fato do dinheiro depositado no banco aumentar com os juros mensais. Normalmente os bancos dos jogos não fazem nada, só guardam o dinheiro mesmo. Por outro lado, o jogo não tem muita opção, embora tenha potencial para crescer. Uma dica é colocar o dinheiro no banco sempre que puder, assim vai conseguir se manter e aumentar o volume de dinheiro mais facilmente. Utilize o dinheiro para evoluir e conseguir ganhar mais com menos decisões.

Tome cuidado para os níveis de fome e saúde não irem a 0 porque isso significará a morte do seu mendigo e consequentemente o fim do jogo.

Bom jogo!

Segue o link para o jogo no Google Play:
https://play.google.com/store/apps/details?id=home.game2