Fundos Imobiliários.. uma saída para a baixa dos juros?

Foi depois da baixa dos juros que os investimentos em renda fixa se tornaram penosos e uma das saídas do investidor para rentabilizar a carteira foi transferir sua atenção para a renda variável. Alguns foram para as ações, outros para os FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário), tem quem invista em outros países e muitas outras opções ainda devem estar sendo avaliadas e recebendo uma parcela dessa atenção.

Mas os FIIs fazem parte dessa saída?
O setor imobiliário não está sofrendo muito após a crise?
Vale a pena colocar meu suado dinheirinho nesse tipo de investimento?

Se pensarmos que para ganhar mais nesse momento de baixa é preciso "arriscar" mais, então sim, a renda variável é a saída. Mas junto com a vontade de rentabilizar mais está a vontade de não arriscar e é por isso que muitos preferem manter os investimentos em posições mais seguras. Pois bem, os FIIs fazem parte de uma alternativa para os investidores que possuem aversão ao risco e na minha opinião os fundos imobiliários se tornaram um passo entre a renda fixa e os investimentos mais arriscados, um passo quase obrigatório.

Imagem retirada do site: http://checkinvest.com.br/


Os FIIs possuem vantagens e desvantagens como qualquer investimento, como por exemplo:

Algumas vantagens:
- Baixa volatilidade no preço das cotas;
- Imposto de renda 0 para o valor dos aluguéis recebidos mensalmente.
(Os fundos são obrigados a distribuir no mínimo 95% dos rendimentos)

Algumas desvantagens:
- Imposto de renda de 20% sobre o lucro da venda de cotas;
- Risco de liquidez baixa, já que esse é um mundo muito novo e possui um número de investidores ainda pequeno, mas em constante crescimento.

Vantagem ou desvantagem:
- Renda mínima garantida (RMG) - esse ponto é bem pessoal e entendo como desvantagem. Digo isso porque muitos gostam da renda mínima garantida, que nada mais é que uma forma dos fundos atraírem investimentos. Mas na minha opinião, ela pode trazer uma falsa rentabilidade e quando essa renda acabar (porque ela tem tempo limitado), muitos vão ser surpreendidos. Felizmente, os novos fundos não estão aderindo a esse mecanismo.

Vale estudar cada fundo porque cada um investe num determinado segmento e isso por si só já faz uma boa diferença na relação com o risco que o investidor procura (Embora muitos estejam mais preocupados com o percentual de retorno mensal do que propriamente com o risco oferecido pelo FII escolhido).

Alguns bons sites para estudar os fundos:
Você pode montar sua carteira, acompanhar os fundos, discutir no fórum, ver documentos, ... (Ele é bem completo, mesmo para o pacote gratuito)

Também possui muita informação, segue o estilo do clubeFii

Esse tem um mapa com os ativos de cada fundo sinalizados. (Isso é muito legal!)

Canal do professor Arthur Vieira de Moraes que também apresenta o InfoMoney TV

Viva de Renda com Fundos Imobiliários - Leandro Manoel
(Ativista que traz informações sobre os fundos e vai nos prédios e shoppings) Muito bom!


Lembre-se sempre, você é o único responsável pelos seus investimentos, então avalie e busque filtrar o que é bom e ruim pra você!

Bons investimentos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me diga o que achou.. comente!